Trechos

988392_512831908823669_1008376051_n

Articulação entre Elos: Mutirões Solidários Agroecologicos

Um dos maiores avanços práticos e pedagógicos é conhecido como mutirão ou Trecho Solidário Agroecológico, consistindo em uma metodologia participativa que surgiu no Sul da Bahia entre as comunidades locais (povos indígenas, quilombolas e assentados de reforma agrária) para enfrentar problemas de degradação ambiental, suas consequências e o fortalecimento da segurança alimentar.
Seu surgimento veio após um encontro regional, quando comunidades do campo dialogaram sobre suas perspectivas ambientais e perceberam que enfrentavam problemas semelhantes em suas localidades. Essas comunidades formaram a Teia Agroecológica dos Povos e decidiram atuar coletivamente em mutirões de plantio de alimentos, multiplicação de sementes e reflorestamento a partir de tecnologias sociais Agroecológicas, incentivando a troca oral e prática de conhecimento e saberes de cada povo fortalecendo a autonomia de cada comunidade ao utilizar recursos próprios.
Essa metodologia é holística e complementar, pois ao final de cada mutirão, os participantes já pensam e elaboram a continuidade da ação desenvolvida.
Desde 2013, a Teia realizou oito mutirões involucrando 15 comunidades diferentes e a participação de quase mil pessoas. Ao todo, foram plantados mais de 3.000 árvores nativas do Bioma Mata Atlântica e frutíferas, além de nove hectares de alimentos para a soberania alimentar e a recuperação ambiental destas comunidades.

_MG_0569grupo3 mutirão4988392_512831908823669_1008376051_n Trecho_BaixaDL2 cartazTrecho2 cartazTrecho1